• Empatia Criativa

Perguntas abusivas ou discriminatórias em uma entrevista de emprego

Publicação original no LinkedIn, em 16 de janeiro de 2021 por Adriana Tamashiro: https://www.linkedin.com/in/adrianatamashiro/



A discussão sobre perguntas em entrevistas nos nossos grupos de mulheres, no WhatsApp geram conversas para um dia inteiro.


Vou inserir abaixo, uma lista de perguntas que podem ser consideradas abusivas ou discriminatórias e deveriam ser evitadas.


Pode ser útil também para pessoas que entrevistam, mas não possuem formação em RH, ajudando a melhorar os processos seletivos.


Segue lista (BOHLANDER – SNELL. 2010):


1) Você tem filhos? Qual é a idade deles?

2) Quem vai tomar conta de seus filhos pequenos enquanto você estiver trabalhando?

3) Você planeja ter filhos?

4) Qual é o trabalho do seu marido, companheiro ou companheira?

5) Você está noiva?

6) Qual sua orientação sexual?

7) Pretende fazer ou fez transição de gênero?

8 ) Qual a sua religião?

9) Qual o seu signo?

10) Qual a sua idade?

11) Qual a data do seu nascimento?

12) Qual a origem do seu nome ou dos seus antepassados?

13) Qual é a sua etnia?

14) Você tem algum defeito físico?

15) Quando fez seu último exame médico?

16) Poderia nos trazer teste de HIV ou de gravidez?

17) Qual é seu peso e altura?

18) Quais são os nomes e graus de relação das pessoas que vivem com você?

19) A escola que frequentou tinha alguma filiação religiosa?

20) Quando você se formou?

21) Você já foi presa alguma vez?

22) É brasileira?

23) Você é casada, divorciada, solteira?

24) Quais são os seus hobbies? (se isso implicar por exemplo que uma candidata seja excluída por escutar um estilo de música que os superiores não aprovam)

Tomarei a liberdade de acrescentar mais um item:

25) Em que bairro você mora? (Lemos esse relato todos os dias e sabemos, que principalmente as agências de PP excluem muitos profissionais por conta do CEP em que residem)


ALGUMAS DICAS:

Mulheres: mantenham-se atentas a qualquer uma dessas questões que podem apresentar despreparo do entrevistador/entrevistadora ou demonstrar que a empresa (talvez) não seja tão bacana. Escolhemos as empresas que queremos trabalhar, tanto quanto nos escolhem.


Entrevistadores: 1) não engessem as entrevistas só seguindo o roteiro, mas preparem um roteiro para não se perderem; 2) analisem realmente o portfólio e CV ou linkedin das mulheres (se forem cargos que necessitem de portfólio) antes de solicitarem testes práticos padrões ou direcionarem perguntas que já estão nos materiais que foram enviados para avaliação, muito antes da entrevista (sim, há inúmeros relatos de entrevistadores que nem leram os CVs antes de entrevistarem); 3) selecionem com base em competências planejadas e definidas previamente para o cargo e não somente em experiência, afinidade ou subjetividade.

___

REFERÊNCIA:

BOHLANDER, George e SNELL, Scott. Administração de Recursos Humanos. 14ª edição. Cengage Learning. 2010.


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo